Texto bíblico da semana (01)

“Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do Senhor?

Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz de uma terra seca; não tinha parecer nem formosura; e, olhando nós para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos.

Era desprezado e o mais indigno entre os homens, homem de dores, experimentado nos trabalhos e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizeram dele caso algum.

Verdadeirademente, ele tormou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.

Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras fomos sarados.” Isaías 53.1-5

Texto extraído do livro de Isaías, famoso por ser uma das mais poderosas profecias da Bíblia pois profetiza sobre o Messias, o cordeiro de Deus, “manifestação do braço do Senhor” para a humanidade.

Este texto foi escrito cerca de 720 anos antes do nascimento de Cristo e dá até hoje uma visão exata do que o Messias representa para nós. Ele prefigura para os judeus o que deveriam esperar, apesar de muitos deles ainda acharem  que o rei dos judeus, viria para ser glorioso e tornar Israel uma grande nação. Jesus Cristo se encaixa em cada uma destas palavras e Ele é o Messias que havia de vir. Há que se dê crédito à esta pregação. Amém.